SIMULAÇÃO DE PROCESSOS DE SOLDAGEM

Peças metálicas fabricadas por processo de soldagem estão sujeitas a modos de falha distintos das peças fabricadas por outros processos. As alterações metalúrgicas geradas nos metais envolvidos são inerentes ao processo de solda, o que provoca heterogeneidade de comportamento mecânico, afetando principalmente a durabilidade das peças. As descontinuidades geométricas causadas pela solda, bem como as distorções introduzidas pelo calor gerado no processo, são alguns dos aspectos que podem afetar a vida útil de um determinado componente.

Conhecendo quais são as distorções geradas em um processo de soldagem, é possível determinar meios para restringir o deslocamento das peças, de modo a reduzir os efeitos negativos por elas ocasionados.

O cálculo da distribuição de temperatura durante a soldagem de uma peça pode ser útil para determinar a extensão geométrica da alteração nas propriedades mecânicas do metal, fornecendo informações úteis para cálculos de fadiga e mecânica da fratura. Além disto, o pré-aquecimento e a alteração nos parâmetros de soldagem são recursos capazes de alterar o campo de temperatura na peça, reduzindo ou aumentando as distorções geradas pela soldagem.

A indústria automotiva, por exemplo, utiliza processos de fabricação por soldagem em diversos componentes submetidos a cargas cíclicas, e que estão sujeitos à fadiga. Eixos de suspensão traseira são comumente fabricados por soldagem, cujo fator limitante para a vida útil do componente, em condições normais de operação, é a falha por fadiga.

A simulação numérica de processos de soldagem é uma técnica inovadora para o desenvolvimento de componentes soldados. A KOT Engenharia simula o processo de soldagem de modo a reduzir o efeito das distorções, manter tolerâncias geométricas, reduzir tensões residuais, determinar parâmetros ótimos de soldagem e testar dispositivos de auxílio à fabricação (gabaritos).


QUAL SUA NECESSIDADE EM SIMULAÇÃO DE PROCESSO DE SOLDAGEM? PODEMOS AJUDAR.

Nome *
Nome